O coração representa o centro unificador de toda a existência do homem, o ponto de concentração espiritual de todo o nosso ser, o aspecto interior reflexivo que estabelece a direção a todas as relações da nossa vida. É a vertente de todos os nossos desejos, pensamentos, sentimentos, do nosso agir, e de toda expressão da vida. É a fonte principal da que flui todo o movimento do intelecto do homem, das suas emoções e da sua vontade, como também toda "faculdade", ou modo da nossa existência. Em resumo, o coração é o mini-eu. O que possui o meu coração, me possui totalmente.


________________________________________
Extraído de Gordon J. Spykman, Teologia Reformacional, p. 242
Traduzido por Ewerton B. Tokashiki
Fonte: http://textocalvinista.blogspot.com.br

Reforma Radical

2 comentários:

Guria Faceira disse...

olá guri
bem com toda certeza nosso
coração é nosso mini eu
penas q alguns esquecem de alimenta-lo

bjim guri

CrAzYpOeT disse...

Amei este texto bem explicativo, embora esteja sendo falado sobre o coração de uma forma mais espiritual...

No final ele diz: "O que possui o meu coração, me possui totalmente." adorei esse final.
Fica a dica...

Postar um comentário

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Somente a Escritura - Somente Cristo - Somenta a Graça - Somente a Fé - Glória Somente a Deus!!