John MacArthur
Bem, já que eu não tenho que pregar sobre nada a não ser o que eu queira prega uma vez que eu terminei o Novo Testamento, eu tenho tentado decidir pregar... em sequência, um novo tipo de experiência para mim, e eu estou trabalhando em um tipo de sequência que faça sentido em relação ao futuro. Mas, eu estou em tal ponto de liberdade em minha vida que eu sigo o que quer que esteja em meu coração. Essa é uma oportunidade maravilhosa para mim, e existe um assunto que vem me preocupando a muito tempo. E eu tenho tentado discutir em relação a esse assunto, mas essa não tem sido parte da pregação dos Evangelhos da forma em que ele pode ser agora. E esse assunto é o Espírito Santo. 

Depois de toda ênfase por tantos anos. 25 anos pregando nos 4 Evangelhos e, é claro dando muita ênfase a pessoa de Cristo, como deveria ser, muita ênfase sobre o caráter de Deus e a natureza de Deus na manifestação de Cristo como é visto nas Escrituras, já é hora de nós darmos honra a terceira Pessoa da Trindade, chamada de Espírito Santo.

O Espírito Santo é o mais esquecido, o mais mal representado, o mais ofendido, o mais abusado, e eu posso até mesmo dizer, o mais blasfemado dos membros da Trindade. Isso é uma coisa triste.

E quando o nosso Senhor purificou o templo, em João 2, Ele disse que tinha sensibilidade para com a atitude de Davi no salmo 69 (vs.) “O zelo da tua da tua casa me devorou e as afrontas dos que te afrontam caíram sobre mim”. E o que o nosso Senhor estava dizendo é: “Quando Deus é desonrado eu sinto a dor. Vocês fizeram da casa do Meu Pai, que deveria ser uma casa de oração, e a tornaram um covil de salteadores. Vocês corromperam a casa do Meu Pai, vocês blasfemam o nome do Meu Pai e desonram o Meu Pai. E eu posso dizer que há muito tempo eu venho sentindo essa mesma coisa, em relação ao Espírito Santo. Sim, eu me entristeço quando Deus é desonrado, é um pesar constante para mim, eu me entristeço quando Cristo é desonrado, mas, nesse tipo contemporâneo de “mundo cristão evangélico eclesiástico”, as pessoas estão um pouco menos dadas a desonrar o nome de Deus e o nome de Cristo, mas aparentemente  elas acham que podem desonrar e abusar à vontade do Espírito Santo, porque isso acontece bastante.

Eu não estou aqui para defender o Espírito Santo, Ele pode defender a Si mesmo, mas eu estou aqui para dizer que as afrontas que caem sobre o Seu nome santo, também caem sobre mim. E isso vem principalmente de igrejas pentecostais e carismáticos que acham quer têm o direito de abusar do Espírito Santo e até mesmo blasfemar do Seu santo nome. E elas fazem isso constantemente. Como elas fazem isso? Atribuindo  o Espírito Santo palavras que Ele não disse, obras que Ele não fez, e experiências que Ele não gerou. Atribuindo ao Espírito Santo aquilo que não é obra do Espírito Santo. Experiências humanas intermináveis, experiências emocionais, experiências bizarras e experiências demoníacas são consideradas como provenientes do Espírito Santo. Visões, revelações, vozes do céu, mensagens do Espírito através de meios transcendentais, sonhos, falar em línguas, profecias, experiências fora do corpo, viagens ao céu, unções, milagres, todas elas falsas, todas elas mentirosas, todas elas enganosas, falsamente atribuídas ao Espírito Santo.

Você sabe que Deus não quer ser adorado de formas ilegítimas. Deus quer ser adorado por quem Ele é, pelo o que Ele têm feito, da maneira como Ele tem declarado. A temporada de abuso ao Espírito Santo está aberta. Desonras ultrajantes ao Espírito Santo, afirmando que Ele está dizendo coisas, fazendo coisas e gerando coisas que absolutamente não têm nada a ver com o Espírito Santo. É um tipo imprudente de movimento, é um pecado vergonhoso e perigoso amontoar abusos como esses sobre o Espírito Santo. 

Na verdade a ideia de desonrar ao Espírito Santo deveria fazer qualquer pessoa estremecer. Eu acho que parece que as pessoas estão menos interessadas em afirmar que Deus está fazendo certas coisas ou dizendo certas coisas, ou que Cristo está fazendo coisas ou dizendo certas coisas, mas então elas estão dizendo, “O Espírito Santo fez isso, o Espírito Santo disse aquilo, o Espírito Santo está produzindo e gerando isso...”. Elas simplesmente parecem não ter nenhum limite sobre as coisas das quais elas culpam o Espírito Santo. 

Uma forma de seguir em frente com isso seria ver isso como um contraste em relação ao que nós vemos em Mateus 12, por exemplo. Os líderes de Israel cometeram o pecado imperdoável e qual foi esse pecado imperdoável? Foi atribuir a Satanás a obra do Espírito Santo. Lembram-se disso? Foi atribuir a Satanás a obra do Espírito Santo. Mateus 12:31, 32. O que está acontecendo atualmente é o oposto. Atribuir ao Espírito Santo a obra de Satanás. É isso que está acontecendo. Atribuir ao Espírito Santo. Satanás está vivo e trabalhando por meio do engano, falsos milagres, teologia ruim, visões mentirosas, sonhos mentirosos, revelações mentirosas, mestres enganadores que buscam dinheiro, poder e influência. Satanás está vivo e bem. E a obra de Satanás está sendo atribuída ao Espírito Santo. Essa é uma grave blasfêmia da mesma forma que atribuir a Satanás a obra do Espírito Santo é uma grave blasfêmia. Eu não posso nem mesmo começar a fornecer a vocês todos os exemplos. Você tem o suficiente da sua própria mente. Você pode ligar a sua TV e ver qualquer um que você escolher. E a fim de dar credibilidade a todas essas coisas e a todas essas mentiras, eles vinculam elas ao Espírito Santo como se isso fosse uma amostra grátis. Como se não houvesse nenhum preço a pagar por esse tipo de blasfêmia. 

A última onda disso, eu vou lhes dar um exemplo, que está ganhando força e que tem aparecido nos noticiários nacionais é uma nova forma de “charismania” que afronta o Espírito Santo que afronta o Espírito Santo chamada de “Nova Reforma Apostólica”. NRA, a Nova Reforma Apostólica. A propósito, ela não é nova, não é uma reforma e não é apostólica. Ela é como “castanhas de uva”, Ela não é castanha e nem uva. Ela é como a “Ciência Cristã”. Não é cristã e nem científica.  Mas ela é um movimento que cresce rapidamente sendo gerada por alguns dos mesmos falsos mestres perturbadores e falsos líderes que tem andado por aí na “charismania” por várias décadas, sempre desonrando o Espírito Santo, sempre desonrando as Escrituras, sempre alegando sinais miraculosos, maravilhas, visões, sonhos...

Peter Wagner, os profetas da cidade de Kansas, Mike Bickle, Cindy Jacobs, Lou Engle e por aí vai. De fato, isso está explodindo tão rápido, que eles têm uma rede englobando 50 estados envolvidos nisso agora. Isso é um novo tipo de “charismania” anabolizada. Um escritor disse, “charismania com injeção de adrenalina”. E aqui está alegação fundamental deles: que o Espírito Santo revelou a eles que o ano de 2001 nós entramos na segunda era apostólica. O que isso significa? Significa que os antigos ofícios perdidos de profetas e de apóstolos do Novo Testamento forma restaurados. Que o Espírito Santo tem concedido o poder de profecia e o poder e a autoridade de um apóstolo para certas pessoas nessa geração da igreja à partir de 2001. Parece muito estranho para mim que o Espírito Santo conceda isso a pessoas cuja teologia é anti-bíblica e totalmente detestável.

Eu tenho certeza de que o Espírito Santo não vindicaria falsos mestres. Então não é o Espírito Santo. Mas é isso que eles alegam. Mas o Espírito Santo é culpado de tudo isso. Essa é simplesmente a primeira novidade. Por exemplo, eles têm a mesma autoridade dos apóstolos, eles têm o mesmo poder que os apóstolos tinham através do Espírito Santo para fazer milagres e exercitar esse poder. E eles o recebem desde 2001. Alguns deles se colocaram na categoria de profetas e outros na categoria de apóstolos. Eles falam o que o Espírito Santo revela a eles, com a mesma autoridade que os apóstolos tinham. Essa autoridade e poder foram demonstrados ao mundo porque um desses apóstolos fez cessar a doença da vaca louca na Alemanha. Pelo menos é o que ele diz.

O movimento é caracterizado por um comportamento emocional excessivamente bizarro num lamaçal de todo tipo de revelações loucas e comportamentos... Peter Wagner é o pai disso tudo, visto que eles tem se envolvido em todo tipo de abominações ao longo dos anos, incluindo o movimento de crescimento da igreja que deu início ao movimento pragmático o qual, como nós sabemos, é tão ubíquo. A sua influência tem aumentado e recentemente alcançou a esfera política, e eu lhes digo como: A cerca de duas semanas atrás houve uma oração matinal na cidade de Houston, sobre a qual talvez você tenha lido. Foi um evento patrocinado pela Nova Reforma Apostólica e seus líderes, e o preletor principal e convidado foi Rick Parry, que é um candidato a presidente pelo  partido republicano. Nesses eventos patrocinados pela Nova Reforma Apostólica, dois pastores estavam liderando esse evento, eles são “apóstolos”. Eles recebem o apostolado por meio do Espírito Santo, eles ligaram para o gabinete de Rick Parry quando governador do estado do Texas e disseram a ele que o Senhor tinha revelado a eles, através do Espírito Santo, que o Texas é o estado que o Senhor escolheu para liderar os EUA no avivamento e num governo piedoso, e que Rick Parry deve desempenhar um papel fundamental nisso. E naquele evento, esses dois apóstolos do movimento da Nova Reforma Apostólica impuseram as mãos sobre Rick Parry, e oraram por ele. Eles alegam que Deus fala diretamente com eles, dando instruções específicas, e que se as pessoas não derem ouvidos a essa revelação divina dada por Deus através deles, haverá mais terremotos, mais ataques terroristas e uma condição econômica ainda pior. Porém, se nós ouvirmos, coisas boas vão acontecer porque nos deram um exemplo disso porque eles são aqueles que deram um pouco de chuva ao Texas, depois da seca.

Se você não soubesse disso, você pensaria que alguém abriu a porta dos fundos do hospício.

Um desses apóstolos disse que o partido democrático é controlado por Jezabel e 3 demônios menores. Eles veem demônios em lugares públicos, eles confrontam esses demônios e fazem isso em rituais trabalhosos marcados com estacas de ferro e prumos ao longo de todo o estado do Texas ficando estacas no chão, marcando certas coisas e reivindicando cada condado no Texas para Deus.

Um deles disse: “Nós fomos chamados para dominar o mundo”. Eles tem ido a cada loja maçônica no Texas para expulsar o demônio “Bale”, porque ele controla a maçonaria. Eles fizeram uma reunião em 2009 em Houston sob a unção do Espírito Santo. Jezabel estava visível. Eles viram Jezabel. Na verdade, uma deles chamada de Alice Paterson um desses apóstolos, que escreveu um livro “Bridging the Racial and Political Devide” que soa como um livro político, publicado em 2010, ela disse que viu Jezabel. E Jezabel levantou a sua saia, e quando Jezabel levantou a sua saia, (isso é uma citação) ela expôs um pequeno “dragão Bale” e outros demônios que eram pequenos espíritos covardes e medrosos agarrados nas pernas finas de Jezabel. (Fim da citação). Isso está no livro “Bridging the Racial and Political Devide”. 

E tudo isso atribuído ao Espírito Santo, que está revelando todas essas coisas. Ora, você sabe de onde vem tudo isso. Isso é atribuir novamente ao Espírito Santo a obra de Satanás. Eu não sei o que Rick Parry sabe, ele não sabe de tudo isso. Você sabe, num ano eleitoral você recebe orações de qualquer pessoa, especialmente se você não sabe do que se trata. Mas isso é apenas um exemplo das abominações que continuam a ser colocadas nas costas do Espírito Santo como se isso fosse coisas que Ele está fazendo. Isso é uma forma assustadora de blasfêmia contra o Espírito Santo. 

Existem outras formas, mas essa é simplesmente a última que está na mídia. Eu me lembro dos primeiros anos de ministério, quando eu sai do seminário. Eu me formei na faculdade e durante os meus anos de seminário e por muitos anos depois, eu viajei por aí e falei para grupos de jovens, para grupos na faculdade e todos os tipos de grupos diferentes, estudantes de ministérios e ministérios em igrejas, e inevitavelmente, um dos temas sobre o qual todo mundo queria que eu falasse era sobre o ministério do Espírito Santo. Isso era constante. Eu estava constantemente falando sobre o ministério do Espírito Santo. E todo mundo perguntava sobre a santificação. Como eu venço o pecado em minha vida? Como eu avanço espiritualmente, como eu cresço para ser mais parecido com Jesus Cristo? Como eu me separo do mundo? Como eu venço a te tentação? Qual é o caminho? Como eu manifesto o fruto do Espírito? Como eu posso andar no Espírito e não satisfazer a concupiscência da carne? Isso está bem claro na santificação no Novo Testamento e os jovens estavam fazendo essas perguntas. Isso era constante. Eu ia de conferência em conferência, em retiros e em vários lugares falando aos estudantes e inevitavelmente o assunto era, “como eu posso ser santificado? Como eu posso me tornar mais parecido com Cristo? Como eu posso vencer o pecado em minha vida? Como eu posso crescer na graça e no conhecimento de Cristo? O que significa ser cheio do Espírito Santo? O que significa ser batizado pelo o Espírito Santo, selado pelo Espírito, habitado interiormente pelo Espírito? Qual é o papel do Espírito em minha vida?” Eu não recebo mais perguntas como essas. Isso não parece ser o assunto das conversas em geral. Isso perece ser um assunto sobre o qual ninguém se importa.

O movimento carismático “roubou” o Espírito Santo e criou um bezerro de ouro (Êxodo 32:8). E eles estão dançando em torno do bezerro de ouro, como se ele fosse o Espírito Santo. É uma falsa forma do Espírito Santo. Eles exploraram o Espírito Santo de uma maneira que eles fazem isso de uma forma que não é criticada. Ninguém pode dizer nada contra eles. Isso é desagregador, sem amor, contencioso, é o que Benny Hinn falaria sobre mim, “Se dependesse de mim, eu pegaria a minha metralhadora do Espírito Santo e explodiria o cérebro dele”. Eles não permitem que você questione nada que falam sobre o Espírito Santo. Eles agregaram o Espírito Santo, e exigem que isso seja feito sem críticas, sem ser confrontado e eles prosseguem com a sua exploração, e assim o verdadeiro testemunho do Espírito Santo é empurrado e reprimido porque isso será desagregador, eles não vão gostar disso, isso vai ofender alguém. E assim a versão carismática do Espírito Santo, é esse bezerro de ouro que não é de Deus, não é Deus, o Espírito Santo, mas uma criação falsa e um ídolo em torno do qual eles dançam em seus exercícios desonrosos.

E aqui estamos nós nessa interessante “teologia reformada “e nessa nova onda “evangélica” que está acontecendo e fala-se muito pouco sobre o Espírito Santo, muito pouca discussão sobre o Espírito Santo, nenhuma doutrina forte sobre a santificação, nenhum desejo consumidor por santidade, separação do mundo. Na verdade, para mim parece que muito desse novo movimento evangélico parece mais e mais mundano. Ele parece ser indiferente a obra do Espírito Santo. 

Se você entende o Evangelho corretamente você pode fazer tudo o que você quiser. Muito pouco interessante em falar sobre o que é o batismo do Espírito Santo, o que é o enchimento com o Espírito, o selamento do Espírito, o que significa andar no Espírito e não  satisfazer a concupiscência da carne (Romanos 13:14). O quer dizer a separação bíblica, a santidade pessoal, a santificação. Eles parecem que não estão interessados nessas coisas. 

Onde quer que o Espírito Santo esteja, aí existe humildade. Onde quer que  você veja a exaltação do homem, isso não é obra do Espírito Santo. Você pode olhar para um movimento que se diz evangélico, e se há uma exploração e exaltação do homem, isso não é obra do Espírito Santo. Onde o Espírito Santo opera, Jesus Cristo é exaltado e tudo mais se desvanece.

De todas as eras da história da igreja, essa é a mais suscetível de alimentar o orgulho. Porque? Porque existem muitas maneiras de você se colocar na frente da face das pessoas ao redor do planeta. Este é um tempo favorável para pessoas orgulhosas se engrandecerem ao máximo. Eles parecem simplesmente não estarem interessados na obra e no ministério do Espírito Santo. Existe até mesmo uma tolerância em relação a uma visão do Espírito Santo que é francamente herética. E isso é o que eu acho que você pode chamar de modalismo, eu sei que isso é um termo técnico mas isso simplesmente quer dizer que existe somente um deus, ele não é 3 pessoas, ele é um deus que aparece em 3 formas, não ao mesmo tempo, mas separadamente. Às vezes ele é o Pai, às vezes ele é o Filho, às vezes ele é o Espírito, ele nunca é 3 em 1. Essa é a visão de, por exemplo, T. D. Jackes, Sabelianismo modalista. Isso não parece incomodar muitas pessoas. Que ele tem um deus que não é o Deus da Bíblia. Que a visão dele do Espírito Santo é uma heresia. A visão dele do Pai e do Filho também é herética.

Nós temos que concertar essa visão. Nós temos que dar ao Espírito Santo a mesma adoração do Pai e do Filho. E essas coisas têm estado na minha mente, e outras coisas além dessas, mas eu acho que você captou o quadro. 

Nós realmente não temos examinado bem o ministério do Espírito Santo para ver porque nós precisamos adorar e nos concentrar em termos de dar a Ele o louvor e honra que Ele merece. O desinteresse pelo Espírito Santo é o que gera o pragmatismo. Nós temos trocado o sobrenatural, o ministério do Espírito Santo, pelo pragmatismo. Nós temos cometido o pecado dos gálatas. Em Gálatas 3, Paulo diz, “Tendo começado pelo Espírito, estai aperfeiçoando-vos pela carne?” Em outras palavras, não há como ser salvo a não ser pela obra do Espírito Santo. A gora que vocês estão salvos, vocês resolveram fazer pela carne, querem realizar tudo pela carne. O orgulho venceu a humildade e tudo isso é uma afronta ao Espírito Santo.

Onde está o manso, onde está o humilde e o modesto? Onde o Espírito Santo está, Cristo será exaltado. Será Cristo, e será Cristo novamente quem recebe todo o louvor, toda a honra e toda a glória. O Espírito Santo é ofendido se Cristo não é exaltado. A Sua obra é apagada quando a carne é engrandecida.

E assim nós poderíamos ter feito isso ao longo dos anos, e é claro que falamos o que o Novo Testamento ensina sobre o Espírito Santo e eventualmente nós cobriríamos tudo isso nos últimos 40 anos. Mas eu quero dar uma olhada no ministério do Espírito Santo durante as próximas semanas e eu não sei quanto tempo isso vai levar. Eu não tenho a menor ideia. E não tem problema, mas nós vamos para um capítulo ao invés de rodar por tudo quanto é lugar, porque eu não quero leva-los a um lugar qualquer. Nós vamos olhar para Romanos 8. E você pode simplesmente conservar isso em mente. Se você voltar para lá agora, você vai ficar um pouco frustrado. Mas, vá em frente, se isso deixar você mais confortável, abra a sua Bíblia. Eu não vou fazer isso, mas abra a sua Bíblia. Eu vou fazer algumas referências a Romanos 8, esse será o nosso capitulo. Porque nós não olhamos para ele por um momento? E deixe-me realçar o que eu vou pegar desse capítulo para aprender sobre o Espírito Santo. Está bem óbvio. Você vê isso em Romanos 8:2, se referindo ao Espírito. Você desce para o versículo 4 que fala do Espírito. O versículo 5 fala do Espírito. O versículo 6 fala do Espírito. O versículo 9 fala do Espírito. O versículo 11 fala do Espírito, e os 13, 14, 16... Esse é o capitulo do Espírito. Descendo até o versículo 26, o Espírito nos ajuda nas nossas fraquezas, e Ele é mencionado novamente intercedendo por nós, E assim, o Espírito Santo é o agente principal nesse capitulo 8 de Romanos.

Então ele nos dar a oportunidade de construir uma teologia sólida sobre o ministério e a obra do Espírito Santo. Nós podemos chamar esse capítulo de “A vida do Espírito Santo,” a vida no Espírito. Nós vamos passar ótimos momentos trabalhando nesse capítulo, como vocês verão. Mas antes de nós fazermos isso, eu apenas quero dar a vocês uma visão geral antes de nós entrarmos numa visão mais profunda.

O Espírito Santo não é uma força impessoal. Não é uma “coisa”. O espírito Santo não é uma influência. O Espírito Santo não é um tipo de “energia” que emana de Deus. O Espírito Santo é DEUS! Um membro da Trindade. Uma Pessoa. A completa essência de Deus. Com uma personalidade e identidade própria. As Escrituras são claras sobre isso. Ele é igual em natureza e atributos, eu vou repetir isso: Ele é igual ao Pai e ao Filho em natureza e atributos. Ele não é menor em nenhum sentido. Ele é totalmente Deus da mesma forma que o Pai e o Filho o são. 

Ele tem uma personalidade. Às vezes as pessoas se referem ao Espírito Santo como “isso”. Isso é impreciso. Ele tem intelecto, emoções e vontade. E as evidências disso nas Escrituras são amplas, em todo lugar. Por exemplo, “Ele conhece as coisas profundas de Deus” (1Corintios 2:10). Em outras palavras, Ele sonda toda a profundidade do conhecimento Divino. Ele possui o mesmo conhecimento do Pai e do Filho, isto está em 2 Coríntios 2. Ele ama os santos, e o seu amor é igual aquele amor que é característico de Cristo e de Deus. Romanos 5:5. Ele faz escolhas. Escolhas Divinas. Escolhas soberanas (1 Coríntios 12:11). Ele decide o que Ele vai dar, a que crente dar, em relação às capacitações espirituais. Ele fala! Ele fala a verdade. Sempre! Ele ora por nós. Romanos 8, como nós encontramos no versículo 26. Ele nos ensina todas as coisas (João 14:26). Ele é a unção que vem de Deus (João14 e 1João 2:27). E assim, nós não precisamos de um professor humano, pois Ele nos ensina todas  as coisas. João 16:13 diz que Ele nos guia. Aqui em Romanos 8 diz que Ele nos lidera visto que todas os que são guiados pelo o Espírito Santo de Deus, são filhos de Deus. Ele manda! Os Seus mandamentos são dados, por exemplo, em Atos 16:6 e 7. Ele comunga conosco, 2 Coríntios 13:14 fala sobre a comunhão do Espírito. Efésios 4:30 diz que Ele pode ser entristecido. Tudo isso indica que Ele é uma Pessoa. Ele pode ser entristecido. Atos 5:3, a Ele pode ser dita uma mentira, como fizeram Ananias e Safira, “Porque mentistes ao Espírito Santo?” Ele pode ser tentado! Está na mesma passagem. “Porque tentastes o Espírito Santo?” Ele pode ser tentado, irritado, você poderia dizer, segundo Isaías 63:10. Ele pode ser resistido! Atos 7:51, “Porque resistis ao Espírito Santo?” E em Marcos 3 e em Mateus 12 Ele pode ser blasfemado! 1 Tessalonicenses 5:19, Ele pode ser apagado, se os Seus esforços forem impedidos.

Tudo isso são evidência de que Ele é uma Pessoa.  Alguém que pensa, sente, age, toma decisões, como uma Pessoa normal faz. Também não existe dúvidas quanto a Sua Deidade. Que Ele é totalmente Deus. E eu lhes mostro apenas um exemplo disso, embora existam muitos. Volte por um momento para Atos capítulo 5 e vamos voltar para aquele rápido relato sobre Ananias e Safira, que mentiram para o Espírito Santo dizendo que eles tinham dado tudo que eles tinham recebido da venda da propriedade quando, na verdade, eles conservaram uma parte do dinheiro para eles mesmos. Então, no capítulo 3, Pedro os confronta no dia do Senhor, na igreja, “Porque encheu Satanás o teu coração para que mentisses ao Espírito Santo?” Olha só, “Porque encheu Satanás o teu coração para que mentisse ao Espírito Santo?” Agora desça para o versículo 4. No final dele. “Não mentistes aos homens, mas a Deus”. Deus é o Espírito Santo. O Espírito Santo é Deus. Ai está a Deidade do Espírito Santo. Absoluta e claramente indicada. 

Você tem formulas trinitárias em Mateus 28:19. “Batizando-os em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo”. Todos Eles membros da Santíssima Trindade, Eles não podem ser Membros separados. O modalismo é uma ideia ridícula de que às vezes Deus é Deus Pai, e então Ele se manifesta como Filho, e depois como o Espírito Santo. Como Você explica o batismo de Cristo onde Cristo é batizado, o Pai está dizendo, “Este é o Meu Filho amado”, e o Espírito está descendo em forma de pomba? (Mateus 3:16,17). Um pequeno problema para os “modalistas”, visto que os 3 se manifestam ao mesmo tempo. Ele é Deus. Como nós sabemos disso? Ele tem os atributos de Deus. Em Hebreus 9:14 diz que Ele é o Espírito eterno. Ele é tão eterno quanto Deus porque Ele é eternamente Deus. Ele é onisciente. E, mais uma vez, isso nos leva a João 16, 15 e também 14. Ele é a fonte de toda a verdade. Ele guia você em toda a verdade. Ele revela toda a verdade.

1 Coríntios 2. Ele conhece as coisas profundas de Deus que são conhecidas somente por Deus e por pelo o Espírito de Deus. Portanto, Ele é eterno e é onisciente. E Ele é onipotente. Quão poderoso é o Espírito? Ele tem o mesmo poder que Deus. Como nós sabemos disso? Ele é o criador de tudo que existe! Isto está em Gênesis. Certo? No princípio a Criação era sem forma e vazia (Gênesis 1:1-2). Era “tohu” e “bohu”. Havia um vazio e um nada. E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas, e a Criação teve início. Ainda mais espantoso é ver o poder da Sua Criação. Está no primeiro capítulo de Lucas, no verso 35, quando o anjo veio a Maria e disse, “O Espírito Santo descerá sobre ti”. E ouçam isso, e com Ele o poder do Altíssimo. Em outras palavras, o poder do Deus Altíssimo, El Elyon, o Deus Supremo e Soberano do universo. O poder do Deus supremo reside plenamente no Espírito Santo. É o poder do Deus altíssimo dispensando através do Espírito Santo. Ele criou tudo o que foi criado da mesma forma que o Pai criou, e o Filho criou. Onipotência. Onipresença. Salmos 139:7. “Para onde me irei do teu Espírito?” Lembram-se de quando o salmista disse isso? “Para onde me irei do teu Espírito?” Como eu posso achar um lugar no universo que esteja longe do teu Espírito? Não existe tal lugar. Ele está em todo lugar em todo o tempo. Em Romanos 1:4 Ele é chamado do o “Espírito de santidades”.

Deus é Santo, Santo, Santo! O Pai é Santo! O Filho é Santo! O Espírito é Santo! Isso é o “trihageon” de Isaías 6. Ele é o Espírito de santidade. Em 1 Pedro 4:14 Ele é chamado de o “Espírito da glória”. Ele é como o Deus da glória. Como a glória de Deus brilhando gloriosamente na face de Jesus Cristo (2 Coríntios 4:6). Ele é o Espírito da glória. Em 2 Coríntios 3:6 Ele é chamado de o “Espírito doador da vida”. Ele é a fonte da vida. E esses são os atributos que pertencem a Deus. E o Espírito Santo os possui. Portanto, o Espírito Santo é Deus. Sendo Deus, Ele deve ser adorado como Deus, honrado como Deus, tratado como Deus, da mesma forma que você trata Deus o Pai e Deus o Filho, Você deve tratar o Espírito Santo.

Como eu disse, as pessoas perecem ser um pouco mais relutantes em blasfemar o Pai e o Filho, mas elas não tem nenhum problema em fazer uma piada ou uma zombaria do nome do Espírito Santo.

Se você fala sobre os títulos que o Espírito Santo tem, esse tipo de acréscimo ajudará você entender um pouco mais, muitas vezes Ele é chamado Deus, eu li isso em Atos 5:4. Muitas vezes Ele é chamado Senhor (2 Coríntios 3:17). Por exemplo, 2 Coríntios 3:18, um dos meus versículos favoritos (Os que me conhecem sabem disso). Ele diz que quando nós contemplamos a glória do Senhor, sendo transformados na mesma imagem de glória, “como pelo Senhor, o Espírito”. O Senhor, o Espírito. O Espírito é o Senhor. Ele é chamado de Deus, e Ele é chamado de Senhor. Títulos da Deidade.

Existem outros títulos que Ele tem. Ele é chamado de o “Espírito de Deus”, Gênesis 1:2, “o Espírito de Deus se movia sobre as águas”. Mateus 3:16. Ele é chamado de o “Espírito do Senhor” em Lucas 4. Ele é chamado de o “Espírito dEle’, isto é, de Deus, Números 11:29. Ele é chamado de o “Espírito de Yaweh” (Jeová) em Juízes 3:10. Ele é chamado de o “Espírito do Senhor Deus” em Isaias 61. Ele é chamado de o “Espírito do vosso Pai” em Mateus 10:20, e de o “Espírito do Deus vivo” 2 Coríntios 3:3.

Ele recebe todos os títulos que pertencem a Deidade. Esse é o ponto aqui. Ele é chamado de o “Espírito de Jesus” em Atos 16:7. De o “Espírito de Cristo” bem aqui, em Romanos 8:9. E em Gálatas 4:6, de o “Espírito do Seu Filho”. Filipenses 1:19: o “Espírito de Jesus Cristo”. Isso é uma indicação clara de que Ele é plenamente Deus! Sabe, quanto mais eu penso nisso e examino isso como eu venho fazendo nos últimos dias, mais meu coração dói pelo Espírito Santo ser tratado equivocadamente.

Eu digo mais uma vez, eu não estou aqui para defender o Espírito Santo, Ele pode defender a Si mesmo. Mas eu estou aqui para dizer a você que não quer ser sugado em meio a essa zombaria do bendito Espírito Santo. Você quer adorá-Lo por quem Ele é. Às vezes as pessoas me dizem, “nós podemos orar ao Espírito Santo?” É claro! É claro, Ele é Deus! “Nós não temos que orar somente ao Pai?” Não! Ore ao Pai, ore ao Espírito, ore ao Filho, ore aos 3.  Ore a 2 dEles. “Podemos adorar o Espírito Santo?” Absolutamente, incline-se e adore o Espírito Santo. Da mesma forma com Cristo e com o Pai. 

Você não diria uma palavra contra o Pai. Você não diria uma palavra contra o Filho. Não diria uma palavra contra o Espírito Santo. Não atribua nada a Deus que não é verdade à respeito dEle. Não atribua nada a Cristo que não é verdade à respeito dEle, não atribua nada ao Espírito Santo que não seja verdade à respeito dEle. Se nós nos livrássemos disso, isso mudaria a face da Igreja!

Quando você pensa sobre as obras do Espírito Santo, você tem que começar com a Criação, e então, no Velho Testamento você O vê convencendo pessoas. Lembre-se de Gênesis 6, “O meu Espírito não contenderá para sempre com o homem”. Ele contende para trazer convicção da mesma forma que eu li em João 16, quando o Espírito vem para convencer o mundo do pecado, da justiça e do juízo.

No Velho Testamento você O vê habitando em certas pessoas para determinadas tarefas, Ele regenerava pessoas no Velho Testamento, pois você não poderia ser regenerado a não ser por um milagre Divino. 

Ele é o Espírito que concede vida! O Espírito vivificante. Ele é esse Espírito. Então no Velho Testamento Ele é visto como o Criador, Ele é visto como o Regenerador daqueles que creem. Ele visto como Aquele que convence o homem do pecado. Ele é visto como Aquele que capacita o homem a servir. Leia Êxodo 31, Juízes 3, Juízes 6. O Espírito de Deus vinha capacitar pessoas para servirem. É por isso que Davi no Salmo 51 sobre o seu pecado, disse: “Não retires de mim o Teu Santo Espírito”. Ele não estava falando sobre o fato de que, de repente, o Espírito Santo que havia regenerado e fortalecido para a sua vida espiritual, tinha ido embora. Ele estava falando em relação aquela obra especial do Espírito Santo na Ele vinha sobre determinadas pessoas para determinados ministérios. Capacitando os homens a fazer certas coisas.

Mas a única coisa que destaca na perspectiva do Seu ministério no Velho Testamento em relação ao Novo Testamento é que Ele é o autor das Escrituras. Nenhuma Escritura é de particular interpretação, disse Pedro (2 Pedro 1:20). Nenhuma interpretação pessoal, mas homens santos de Deus foram movidos pelo Espírito de Deus. Foi assim que todo o Velho Testamento foi escrito. O Espírito Santo é o Autor, através da instrumentalidade humana. Também foi assim que o Novo Testamento foi escrito. É Deus “soprando”. A palavra “soprar” é “pneuma”.  É o Espírito de Deus que escreve as Santas Escrituras. Você pode encontrar lugares nas Escrituras que falam do Espírito Santo dizendo isso, e do Espírito Santo dizendo aquilo. Ele é o Autor das Escrituras. As Escrituras são “sopradas” (inspiradas) por Deus. Elas são a revelação de Deus por meio do Espírito Santo. Um exemplo, em Atos 1:16. “Convinha que se cumprisse a Escritura que o Espírito Santo predisse”. Toda vez que as Escrituras dizem algo, é o Espírito Santo dizendo isso.

À propósito, nós lemos em João 15 e 16 que a incumbência principal do Espírito Santo é glorificar a Cristo, certo? “Ele é o Espírito da verdade, mas ele testifica de mim, Ele Me glorifica”. E quando nós lemos as Escrituras, é isso que elas fazem. Mesmo no Velho Testamento. É por isso que Lucas 24 diz, “e começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que dele se achava em todas as Escrituras”. Escritas no Velho Testamento. Tudo ao longo do Velho Testamento, bem como no Novo. O Espírito Santo que é o Autor, está apontando para Cristo! E assim onde quer que você veja uma obra que é realmente ministério do Espírito Santo você vai ver o homem se humilhando, e Cristo sendo exaltado.

E então, na vida de Cristo você vê o ministério do Espírito Santo. Ele está ali O vivificando. Ele está no Batismo dEle. O Espírito Santo descendo como pomba sobre Ele. Ele está no princípio do ministério dEle. O Espírito Santo vem sobre Ele e Ele inicia o Seu ministério público aos seus 30 anos. O Espírito Santo está ali na tentação dEle. Vocês se lembram que o Espírito Santo O conduziu ao deserto (Mateus 4:1) e através daquela tentação, e não por cima dela. Ele é Aquele que unge em Atos 10:38. Houve uma pregação sobre Ele, e eles disseram, “Ele foi ungido com o Espírito Santo”. O Espírito Santo veio sobre Ele. Foi por isso que Ele disse, “se vocês negam que as obras que Eu faço vem de Deus, vocês blasfemam contra o Espírito Santo”. “Porque é o Espírito Santo operando através de Mim”. Você sabe que, na verdade, era o Espírito Santo que ensinava através de Cristo? Isso demonstra o quão esvaziado de Si mesmo Ele estava. Ele se submeteu até mesmo no ensino ao que o Espírito Santo fazia por meio dEle.

João 3:34: “Porque aquele que Deus enviou fala as palavras de Deus, pois Deus não lhe dá o Espírito por medida”. Ele fala as palavras de Deus porque Ele tem o Espírito operando através dEle. Os milagres que Cristo fez e a mensagem que Ele pregou foi ministério do Espírito Santo através dEle. Ele estava em perfeito acordo com Ele. Mas era a mensagem do Pai através do Espírito. É o Espírito que era o poder por trás dos Seus milagres, e é por isso que era uma blasfêmia dizer que eles vinha de Satanás. 

Você sabia que até mesmo a morte dEle, até a morte de Jesus Cristo, da qual nós falamos tão frequentemente, foi uma obra do Espírito Santo. Eu não sei se você já pensou sobre isso, mas você vai pensar agora. Hebreus 9:14. “Quando mais o sangue de Cristo (ouçam isso), o sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus”. Ele fez todos os milagres pelo poder do Espírito, e até a morte dEle foi pelo poder do Espírito. O Seu nascimento foi pelo poder do Espírito, a Sua vida foi pelo poder do Espírito, os Seus milagres foram pelo poder do Espírito, o Seu ensino foi pelo o poder do Espírito, e até mesmo a Sua morte foi pelo poder do Espírito Santo. E a ressurreição? Olhem em Romanos 8, o versículo 11. O Espírito dEle (do Pai) ressuscitou Jesus dentre os mortos. 

Quando você começa a abraçar o ministério do Espírito Santo... É incrível! Assombroso! Abrangente! E nós nem chegamos ao que diz respeito a nós. Então vamos fazer isso. O que Ele está fazendo no mundo? O que o Espírito Santo está fazendo no mundo? Bem, Ele convence do pecado, da justiça e do juízo. Gênesis 6:3: Ele contende com os pecadores. Então Ele é o poder “convencedor”. De acordo com 2 Tessalonicenses 2:13-14: Ele chama os pecadores, isso é um chamado eficaz, Ele realmente os chama. Além disso, Ele regenera! João 3: “Necessário vos é nascer de novo”. E assim, no mundo, Ele convence, Ele chama, Ele concede vida regenerada.

Ele dá testemunho dá verdade de Cristo. Atos 5:30-32. Então é o ministério do Espírito Santo que vem ao pecador, convence ao pecador, chama o pecador, quando o pecador compreende as glórias de Cristo, e Ele regenera o pecador. Agora o que Ele está fazendo no crente. Ele glorifica a Cristo. Exalta a Cristo. Através da Palavra. Mas além disso, Ele habita dentro do crente. Romanos 8:9. “O Espírito de Deus habita em nós”.  Paulo diz em 1 Coríntios 6, “Vós sois o templo do Espírito Santo”. Ele habita dentro de nós.

Agora eu estou falando pessoalmente aqui. Efésios 5:18 diz, “Enchei-vos do Espírito”. Ele nos enche, o que é uma poderosa declaração. Como o vento que enche as velas e move um navio. Isso é uma analogia. Ele nos sela. Ele nos guarda em segurança para a eternidade, diz Efésios 1. Ele nos outorga o fruto. O fruto do Espírito Santo. Amor, alegria, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão e domínio próprio. Nos concede o amor (Romanos 5:5). Ele nos concede os dons do Espírito (Romanos 12). 1Coríntios 12: Vários dons divididos igualmente entre o Seu povo. Ele ensina. Ele nos guia em toda a verdade. Nos guia em todo o entendimento das Escrituras. A unção que nós temos de Deus para conhecermos todas as coisas. Romanos 8:26: Ele ora (Intercede) por nós. Gálatas 5:17: Ele guerreia contra a nossa carne e o pecado, em nosso favor. João 14:16: Ele nos consola. Romanos 8:14: eu já mencionei isso anteriormente, Ele nos guia e nos lidera. Gálatas 3: Ele nos santifica. Atos 1:8: Ele nos dá poder para testemunhar e evangelizar. O Espírito Santo faz todas essas coisas. Nós devemos saber compreender tudo isso. Admirável. Coisas preciosas.

Houve um tempo em que isso era uma parte extremamente importante do ministério cristão. Do pensamento cristão. Tentar escrever um livro sobre o ministério definido do Espírito Santo atualmente e encontrar um lugar para ele numa livraria cristã pode ser uma tentativa frustrante.

Se você fosse corrigir todos os erros que tem por aí... Eu não espero, a não ser entre nós, e a quem nós podemos influenciar, impedir essa terrível onda de abusos do Espírito Santo, mas eu acho que nós, como Igreja e como crentes, precisamos dar honra ao Espírito Santo da maneira como Ele é digno de ser honrado. E substituir essa abordagem frívola, superficial e abusiva, e mais do que isso, sair da penumbra... Para que Ele não seja o membro da Trindade esquecido, que nunca receba adoração que lhe é devida. Toda a questão de você viver a sua vida cristã é uma obra do Espírito Santo. Todo os ministérios são dons espirituais. Tudo o que eu faço, tudo o que você faz, tudo que qualquer pessoa faz no Reino e no corpo de Cristo que tem qualquer efeito ou impacto ou qualquer proposito, qualquer objetivo ou qualquer sucesso, é obra do Espírito Santo. Como nós podemos ignorar isso? E substituir isso por essas loucas! Isso O desonra. Bem, isso nos leva a Romanos 8, e na próxima semana eu retornarei a esse capítulo.



__________________________________________________
O texto é baseado numa transcrição desta Pregação: http://youtu.be/-6gukrM7Z7w
Título original do vídeo: "A Blasfêmia Moderna Contra o Espírito Santo"
Legenda e Tradução por Claudio Pinheiro da Silva

As citações bíblicas desta tradução são da versão ACRF (Almeida Corrigida e Revisada Fiel).
Transcrição por Necilia Paula │ Revisado por  William Teixeira

Reforma Radical

Formulário de Contato

Nome

E-mail *

Mensagem *

Somente a Escritura - Somente Cristo - Somenta a Graça - Somente a Fé - Glória Somente a Deus!!